“Acabei a reuniao c Dago.. Torcedor o Dago quer ficar no SPFC e acredita q dara muitas alegrias ao torcedor!!Resumindo FICA no SPFC.!!!

Mais importante è q ele esta com muita vontade d ajudar o SPFC a buscar titulos.. Ele brigou muito p vir p SPFC e continuara se dedicando!!

A Proposta oficial chegou mas Dago optou pela permanencia Uma decisao dele q temos q respeitar Ele disse q SPFC È sua casa e permanece!!!”

Pronunciamento acima feito pelo empresário do jogador Marcos Malaquias, via twitter, confirmando a proposta divulgada pelo blog, e mantendo o jogador no clube. Apesar de já ter despertado irritação e impaciência em dirigentes e funcionários do clube, acredito que Dagoberto, desta vez, foi injustiçado. Mas a questão já não é mais esta: depois de quatro anos de São Paulo, ele pode reconquistar mais uma vez o torcedor (com o perdão da redundância)?

Sua trajetória no tricolor sempre foi tumultuada: chegou sob muita expectativa e forte investimento, demorou para se firmar, alternou titularidade e reserva (especialmente com a chegada de Washington no ano passado) e neste ano alcançou seus melhores números. Com 11 gols na temporada, as coisas pareciam caminhar para o jogador, até que todo o peso da eliminação da Libertadores caiu sobre suas más atuações contra o Inter.

Mais uma vez, Dagoberto terá trabalho.

Corinthians – Hoje estive no lançamento do calendário das festas para o centenário corintiano. Além do Ronaldo, do peso do Ronaldo, da volta do Ronaldo, da frustração com Ronaldo (…), outro assunto me chamou a atenção. Chicão é um ótimo zagueiro, mas Corinthians e o empresário do jogador realmente parecem não falar a mesma língua. O presidente Andrés Sanchez diz ter feito uma proposta de renovação de contrato, e esperar por um retorno. O repórter Marco Bello, da Transamérica, contava que entrou em contato com Bruno Paiva, representante do atleta, que por sua vez aguarda uma posição de Andrés.

Eu, hein.