Ele quer ficar. Mas a renovação de contrato de Marcos Assunção não anda tão simples quanto as partes vem dizendo publicamente.

No atual contrato do volante, existe de fato uma clásula de renovação automática. Só que de acordo com o documento, seriam acrescidos pagamentos por metas alcançadas por ele ao longo do último ano, além do reajuste salarial, comum em qualquer renovação de vínculo.

O problema é que, nos cálculos feitos pelo Palmeiras, com o novo contrato Marcos Assunção custaria 230 mil reais por mês para o clube.

Parte da atual e rachada diretoria não gosta de Marcos Assunção, e acha que a renovação sairia cara demais. No entanto, a comissão técnica vem pressionando a cúpula alviverde, e espera a permanência do atleta.

A diretoria irá preparar uma proposta que deve chegar somente à metade do valor previsto. Resta saber se Marcos Assunção irá aceitar abrir mão de quase metade do que deveria receber por contrato. Nem ele soube me responder isso. Arregalou o olho e sorriu sem graça:

– Não sei, não sei. Tenho que esperar a diretoria me procurar… Eu quero ficar. Agora é só esperar.